Arquivo da categoria: Team Up

>Episódio Especial de 15 anos

>

Vou fazer aqui uma postagem num estilo podcast, mas individual… aqui você pode comentar o que achou deste episódio chamado “Uma Vez Ranger, Sempre Ranger“…

A História:

O filho de Lord Zedd e Rita Repulsa, Thrax (que na verdade, pode ter surgido do nada mesmo) une as quatro Corona Aurora em busca de facções de vilões em uma nova aliança do mal. Quando eles conseguem dominar os Rangers Ultraveloz, a sua ligação à rede de morfagem é cortada e seus poderes eram destruídos, com as pedras que ainda necessita de proteção, Cavaleiro Sentinella monta uma equipe de substituição de Rangers, composta por membros das anteriores (ou do futuro) equipes de Power Rangers. Será que eles vão ser suficientes para impedir a aliança do mal? E será que a ex-Rangers da Ultraveloz podem ser capaz de ajudar apenas com suas habilidades geneticamente melhorados? Não tendo mais poderes de Ranger, Os ex-Rangers da Ultraveloz retornam as suas vidas civís. Todos com exceção de Mack, que aprende dos planos de Thrax para destruir Cavaleiro Sentinella. e procura o único item capaz de fazê-lo, a lendária espada de Excelsior. Ele vai faz isso sozinho, ou pode a chamada de ação provar na adága de “Uma vez Ranger, Sempre Ranger” para seus antigos colegas? Enquanto isso, seus substitutos, a equipe de Retro-Rangers, o Chefe de Alameda dos anjos (o Zordon está vivo????) foi procurar o único ser capaz de reparar a grade de morfagem. Alpha 6! Mesmo se conseguirem, é possível duas equipes combinados de Power Rangers para impedir Thrax para o bem, e permanentemente quebrar a aliança do mal!

——————————-

Inicialmente, esperava de uma história semelhante ao ‘Boukenger Vs. Super Sentai‘, tais como o que deveria ter acontecido com os Ranger Omega da SPD, Ranger Preto do Dino Trovão, Rangers Amarelo e Cavaleiro Solaris da Força Mística… apenas a Ranger Azul de Tempestade Ninja, a lindíssima Tori Hanson esteve na história. O único ranger que deveria ser criado na Disney não aconteceu, como é no caso do Akared, o Ranger Vermelho em seu poder mesclado, que teria o nome de Millenium Ranger. Coisas que já não deram certo, pior que nunca houve um terceiro filme para o cinema por conta da verba, invés disso, foi para a série de TV, assim nasceu o último team-up feita pela Disney.

Quando eu acompanhava as notícias sobre a série Power Rangers Operação Ultraveloz, na época que estavam cotados que viraram verdadeiros, estavam o Xander/ Ranger Verde (invés de Chip e Daggeron), Kira/ Ranger Amarela (invés de Tommy, porém ela foi a melhor Ranger que tivemos nesse episódio), Adam/ Ranger Preto (invés de Millenium Ranger) e Bridge que inicialmente, achava que iria ser o Ranger Verde, mas Ranger Vermelho… foi de tirar sarro, na minha opinião, queria o Ranger Omega ou o Jack de volta…

Há um esclarecimento nisso: 

Começando pela vinda de Johnny Yong Bosch como Adam, nessa época, ele estava terminando de gravar um disco com a banda Eyeshine para o album ‘Red Stripes White Lights’, eu não sei como ele conseguiu embarcar até a Nova Zelândia para gravar sua participação, eu não sei se isso faz sentido, na última vez que eu vi foi em Power Rangers no Espaço em que ele usou um antigo morfador danificado, mesmo assim, se torna o Ranger Preto, mas daquela vez foi de curta duração como os poderes eram instáveis, eu não sei o que realmente aconteceu após conseguir recuperar seu velho poder. Bom , antes de Bosch, quem estaria lá era Jason David Frank, mas infelizmente ele brigou com a produção após o fim do Dino trovão e rendeu o lugar para a cantora Emma Lahana, a Kira na representação desta temporada. Já a Super Patrulha Delta é um mistério sem fim, o que fará sentido se Bridge (vivido por Matt Austin) ter trocado duas vezes de designação Ranger? Só entendí que Crugger tirou maior parte de férias, só não entendí o que aconteceu com Sky depois de ter deixado de ser o líder da equipe SPD, só acredito vendo uma coisa: acreditam que na série que ele é o novo Ranger Sombra, mas melhor que Chris Violette deveria ter aparecido na série também, mas se mudou para os Estados Unidos para fazer uma pequena aparição no filme ‘American Pie: Caindo em Tentação’ naquele ano. O Nic Sampsom parece não ter condições de reviver o Chip, já que só dubla o Cavaleiro Sentinella. O único que teve mais condições de fazer dois papéis na história de Power Rangers foi Jason Faunt que fez o Alex e Wes na mesma temporada que foi a Força do Tempo, ele sim poderia substituir Bridge (SPD) da representação da cor da paixão ou o Wes talvez poderia ser o Ranger Omega.

Já que a franquia pertence ao Haim Saban, a única coisa que pode ser refeita nos 2 episódios são as músicas de fundo, como é no caso de “Go go Power Rangers!”. Em 2007, foi substituído por outra música de fundo enquanto os restantes estão com as músicas das aberturas originais das 4 temporadas, mas a música da abertura de Operação Ultraveloz nunca foi tocada dentro da série (talvez que seja tocada no último episódio). Na música de MMPR, foi por conta de direitos autorais ligados a Saban, além da imagem original da cena de morfagem, claro! A Disney poderia ter feito o mesmo com as músicas para a Re-Version de MMPR e infelizmente para mim, foi um equivoco.

A dublagem da série quanto a exibição na Globo não foram muito legais. Além do que eu não entendi o destino da SPD, não fez sentido ter também ter trocado o nome das transformações: Invés de “Hora de Morfar“, colocou-se “Hora da Transformação“… Já “Tempestade Ninja, Forma Ranger” foi acrescentado para “de”, assim como o da Kira foi acrescentada… o resto foi relembrado! Quem assistiu este episódio na Globo, viu que algumas cenas foram cortadas como a cena de combate de Kira e o de Bridge sem explicações… como você vê aqui.

——————————-

Bom, em minhas palavras, foi até bom esse encontro, mas perdendo para o “Forever Red” de Power Rangers Força Animal que foi melhor. Não fiquei tão satisfeito desde que aconteceu tanto na notícia que ocorreu na época quanto no episódio realizado, a Dublagem do episódio e a exibição em Tv aberta também não escaparam dessa (Acho que um dia, a Globo vai cancelar Ultraveloz para então exibir Fúria da Selva). Para tudo, Merece nota 7.0 para esse último Team up da franquia. Esperamos de quando chegar a 20ª temporada, que Saban Brands faça mais diferença ao unir os Rangers mas de forma que chame mais a atenção para os fãs da série e a história seja mais satisfatória ao oposto do anterior.

Comente vc também o que achou deste episódio de 15 anos…

Anúncios

>Eternamente Vermelho

>

Começamos o mês de Outubro com uma postagem especial do blog de passagem de PR Liga do Poder para PR Liga Morfenomenal.
Esta última geração do mês de PR Liga do Poder (o nome do blog, claro!) será o Forever Red, a primeira postagem de “team-up” no quadro. À partir do dia 11 de Outubro, a união fará a força!!!
Eternamente Vermelho, foi o episódio de comemoração de 10 anos da série Power Rangers, comemorados na série Força Animal. Os dez Rangers tinham como objetivo impedir que o General Venjix e seu exército descendente do Império Maquina destruam a Terra usando o Serpentera, um zord do antigo vilão dos Rangers, Lord Zedd. Foi destaque no DVD “O Melhor de Power Rangers“, primeiro lançado em DVD pela Buena Vista (era Disney) em 2003 e foi exibido muitas vezes, tanto na Fox Kids quanto na Globo.

O destaque no elenco foi a presença dos personagens cômicos de MMPRBulk e Skull (Paul Schrier e Jason Narvy), respectivamente até Galáxia Perdida. Não se sabe como Bulk voltou de Mirinoi e nem se ele levou o Professor Fenomenus junto.Também apareceu uma segunda versão da Astro Meganave, que era o zord dos Power Rangers no Espaço e foi destruída quando os Power Rangers da Galáxia Perdida usaram-na para destruir a nave de Trakeena, colocando a Astro Meganave em modo de auto-destruição.
A única coisa que pecou foi a dublagem feita pela Hebert Ritchers, os mais cometidos foram: Durante a série, o dublador do TJ disse que o “Tommy foi o primeiro Ranger Vermelho“, na verdade é que na versão original, disse que “ele é o Power Ranger Zeo Vermelho“; Já na cena em que os Rangers depois de transformados que foi numa cena de combate, foi cometido a troca de vozes: O Jason ficou com a voz do Tommy, enquanto o Tommy ficou com a voz de outro, etc…
Um ator que não pôde participar foi o ator Steve Cardenas – Rocky, por razão de não poder existir “dois MMPR Rangers Vermelhos” na história. Esse episódio contou com apenas 9 dos 10 Rangers Vermelhos da série e o Ranger Quantum que foi o 1º Sexto Ranger a usar a cor vermelha. Mesmo assim, um dos Rangers teve seu ator substituído por extrema necessidade de participação, que foi David BaconAurico, O Ranger Alienígena Vermelho. Sem ele, não seriam 10, e sim 9, mesmo com o Ranger Quantum
Apesar de ser um episódio de team-up (encontro de equipes) muito bem escrito, infelizmente, ele possui apenas uma parte.
ELENCO:

Austin St. John – Jason Lee Scott: Mighty Morphin Power Rangers (1993-94)
David Bacon – Aurico: Mighty Morphin Alien Rangers (1995-96)
Jason David Frank – Tommy Oliver: Power Rangers Zeo (1996)
Selwyn Ward – Theodore Jay (TJ) Jarvis Johnson: Power Rangers Turbo (1997)
Christopher Khayman Lee – Andros: Power Rangers No Espaço (1998-1999)
Danny Slavin – Leo Corbett: Power Rangers Galáxia Perdida (1999-2000)
Sean Cw Johnson – Carter Grayson: Power Rangers Lightspeed Resgate (2000-01)
Jason Faunt – Wesley “Wes” Collins: Power Rangers Time Force (2001-02)
Daniel Southworth – Eric Myers: Power Rangers Time Force (2001-02)
Ricardo Medina Jr. – Cole Evans: Power Rangers Wild Force (2002)

E para presentear no começo deste mês, assista on-line a esse episódio.

Vejam também outros Forever Red’s na terra do Sol Nascente:

Gaoranger Vs. Super Sentai: 25th (Desses incluem os famosos Reds do Changeman, GoggleV, Flashman e Maskman, tem Rangers aí também)

Boukenger Vs. Super Sentai: 30th (incluindo Akared, esse personagem nunca foi adaptado para a temporada de Power Rangers)